Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Dezembro 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Calendário Calendário

Últimos assuntos
» Produtos a Venda no Clube
Sex Out 02, 2015 7:20 pm por Robert Hebert

» Pablo Rafael Lins de Lima
Qui Set 24, 2015 9:00 pm por Pablo Lins

»  JOSE GERALDO DA SILVA -DA685
Qua Set 23, 2015 2:02 pm por CMCP

» Prazer Robert Araujo DA 187
Seg Set 21, 2015 10:10 am por CMCP

» PINTASSILGO BOLIVIANO O NEGRITO FRÁGIL
Sex Set 18, 2015 5:01 pm por CMCP

»  Coccidiose
Sex Set 18, 2015 4:52 pm por CMCP

» Pintassilgo Isabel e o seu Aparecimento na Natureza
Sex Set 18, 2015 4:51 pm por CMCP

» Pintassilgo Criação em Cativeiro
Sex Set 18, 2015 4:47 pm por CMCP

» Pintassilgo Pinheirinho
Sex Set 18, 2015 4:45 pm por CMCP


Criação de Híbridos com Tarim

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Criação de Híbridos com Tarim

Mensagem por CMCP em Sex Set 18, 2015 4:19 pm

Criação de Híbridos com Tarim

J. Bernardino
Revista SANO 2006
Arquivo editado em 20/12/2006



hibridação tarin x canária – histórico

A idéia da cor vermelha nos canários começou por volta 1920. Um alemão, Dr. Duncker foi quem desenvolveu o primeiro trabalho direcionado à obtenção de um canário de cor de fundo vermelha, à partir da hibridação Canário x Tarim. Segundo esse estudioso, os híbridos receberiam um fator vermelho do Tarim e um amarelo do Canário, o que produziria uma cor acobreada.
           E que o acasalamento de dois híbridos poderia produzir pássaros com características do Canário com a cor do Tarim, As fêmeas F1 mostraram-se estéreis e o processo teve que ser modificado, utilizando-se os machos F1 férteis com Canárias. Houve um retrocesso, com perda de cor. Ai sugeriu-se o uso Canárias Brancas Dominantes, com a intenção de que o lipocromo amarelo fosse mascarado e o vermelho não fosse afetado. Foram obtidos híbridos cobres e cinzentos de ambos os sexos e o fator branco dominante mascarou tanto o fator vermelho, como o amarelo. Numa terceira tentativa, usaram-se fêmeas Brancas com a intenção de aparecerem apenas vermelhos portadores de recessivo.
           Os machos F1 desse acasalamento eram cobres e as fêmeas cinzentas como as do Tarim.
As fêmeas F3 mostraram-se finalmente férteis e foram retocruzadas com machos F1. E repetindo-se os cruzamentos utilizando-se sempre os exemplares mais vermelhos e às vezes novamente com o Tarim, obtiveram-se aves de cor vermelho-laranja aceitáveis.
Essas aves tinham a estrutura do canário e o vermelho do Tarim e também, o amarelo do Canário. E após anos de seleções, por volta de 1930, o Sr. Henninger da Alemanha, conseguiu finalmente um canário capaz de extrair da alimentação uma substância corante vermelha para as penas. O fator vermelho está sobre um autossoma e tem hereditariedade dominante incompleta, ou seja, se cruzamos um amarelo com um vermelho, teremos um tom alaranjado.

Outros cruzamentos
           A hibridação é o cruzamento de duas espécies, como canário com pintassilgo, dando normalmente aves excelentes cantoras. É possível fazer a hibridação de canário com:
           -LUGRE (Carduelis spinus)
           -PINTARROXO (Carduelis cannabina)
           -PINTASSILGO (Português) (carduelis carduelis)
           -“BIGODES”
           -VERDELHÃO (Carduelis chloris)
           -TENTILHÃO (Fringilla coelebs)
           -Cardinalito da Venezuela
           -Outras aves da família dos fringilídeos
avatar
CMCP
Presidente
Presidente

Mensagens : 41
Data de inscrição : 14/09/2015
Idade : 42

http://cmcpda.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum