Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Julho 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      

Calendário Calendário

Últimos assuntos
» Produtos a Venda no Clube
Sex Out 02, 2015 7:20 pm por Robert Hebert

» Pablo Rafael Lins de Lima
Qui Set 24, 2015 9:00 pm por Pablo Lins

»  JOSE GERALDO DA SILVA -DA685
Qua Set 23, 2015 2:02 pm por CMCP

» Prazer Robert Araujo DA 187
Seg Set 21, 2015 10:10 am por CMCP

» PINTASSILGO BOLIVIANO O NEGRITO FRÁGIL
Sex Set 18, 2015 5:01 pm por CMCP

»  Coccidiose
Sex Set 18, 2015 4:52 pm por CMCP

» Pintassilgo Isabel e o seu Aparecimento na Natureza
Sex Set 18, 2015 4:51 pm por CMCP

» Pintassilgo Criação em Cativeiro
Sex Set 18, 2015 4:47 pm por CMCP

» Pintassilgo Pinheirinho
Sex Set 18, 2015 4:45 pm por CMCP


PINTASSILGO BOLIVIANO O NEGRITO FRÁGIL

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

PINTASSILGO BOLIVIANO O NEGRITO FRÁGIL

Mensagem por CMCP em Sex Set 18, 2015 5:01 pm

POR QUE O NEGRITO MORRE TÃO FÁCIL?




Um dos pássaros mais desejados pelos criadores de Carduelis e de híbridos, primeiro por ser muito bonito e diferente, segundo pelo fato de ser um excelente cantor e terceiro pelos belos híbridos que saem do seu cruzamento com canários, além é claro de ser considerado um dos  agentes que podem levar ao tão sonhado canário negro. Chamado de pintassilgo negro, pintassilgo da Bolívia ou negrito da Bolívia, o Carduelis atrata, tem se mostrado um pássaro tão frágil e de uma mortalidade excessiva em cativeiros. Vejo que há alguns criadores deste pássaro por aqui no Brasil, mas sinceramente, não vejo propaganda e indivíduos à venda. Ninguém é tão inocente de não saber que boa parte destes são oriundos dos nossos vizinhos, Bolívia, Peru, Chile e Argentina, apesar de ser conhecido como boliviano é encontrado nestes países citados. Seu habitat é em altitudes acima de 2.000m e encontrado até em altitudes de 4.800m, somente na Argentina podemos encontrá-lo em altitudes mais baixas a parir de 750m, tem como características ter mais glóbulos vermelhos que os outros pássaros, para justamente ajudá-los na oxigenação dos tecidos, além de ter uma capacidade de viver em ambientes hostis, aonde as temperaturas variam de +20º C a -22ºC, assim suportando uma mudança radical de 20º C, além de conviver com ventos fortes e escassez de alimentos. Outra particularidade deste pássaro é uma subespécie dele que é encontrada mais na Argentina que é o Carduelis urupingualys, pássaro que é um pouco menos negro, tendo um certo degradê no seu dorso, mas que a primeira vista pensamos se tratar de um negrito puro, além de na própria Bolívia ser encontrado uma possível subespécie que não temos o nome, pois a única diferença é ser menor que o que conhecemos. Inclusive já há destas duas subespécies nas mãos de criadores aqui no Brasil.





Mas por que se tem mostrado tão frágil em cativeiro?





Já ouvimos boatos de que senão colocarmos  o carvão mineral em sua água ele morre, senão dermos água mineral ao invés de água filtrada ele morre, que não se pode dar níger para ele senão há uma inflamação em seu fígado e ele morre, que ao comprarmos um destes e logo que chegar ao nosso criadouro tem-se que iniciar um tratamento de 10 dias com Coccinon ou Coccidex, que ainda tem-se que colocar uma pedrinha de sal grosso em sua água devido a possíveis problemas de sua pressão em altitudes mais baixas. Agora observando bem o nosso relevo no Brasil, principalmente no Sudeste e Sul , podemos observar que há lugares aonde a altitude se equipara a altitude de ambientes que ele vive como por exemplo o da Argentina, se fosse  o problema da pressão, no município de São Roque/SP, os negritos não morreriam, pois na cidade há altitudes de 700m a 1.300m acima do nível do mar e mesmo assim soube de vários óbitos deste pássaro por lá, então podemos descartar nesta hipótese a altitude. Se o problema destes fosse primariamente a coccidiose, ao serem tratados pelos remédios anteriormente mencionados, a mortalidade seria pequena ou quase nenhuma, mas mesmo assim estes tem morrido do mesmo jeito. Se o problema fosse a administração do níger em sua alimentação, o criador que não o administra teria quase a certeza de que o pássaro não morreria, mas não é o que acontece. E se fosse pelo o uso do carvão mineral na sua água e a administração de água mineral para beber ao invés de água filtrada, também não haveria óbitos.





Estes argumentos são baseados em negritos que vieram para a cidade de São Roque que tem a altitude parecida com seu ambiente natural na Argentina,( e por ser um pássaro migrador, acredito que pássaros de altitudes mais altas no Chile, venham para a Argentina aonde vivem em altitudes mais baixas, além que o mesmo é encontrado por meio de fotos , na região do Pampa na Argentina, local não tão alto) aonde foram também usados todos os métodos  acima descritos e mesmo assim a mortalidade foi alta. De lote de 6 negritos que junto chegaram no de 2009, 5 passaram por todos estes procedimentos e morreram, apenas 1 ficou e esta vivo e este não passou por nenhum destes  procedimentos, desde  a sua chegada alimentou-se de alpiste, mistura de canários, jiló, verduras e água filtrada.





Conversando com um conhecido que lida constantemente com estes pássaros e obtém um êxito de poucos deste perder, abriu-me um segredo dele muito interessante e passo a vocês agora. Sabemos que a causa dos óbitos dos negritos são realmente a coccidiose e o peito seco, mas o que as desencadeia? O segredo deste senhor é que quando chega a eles os pássaros ele já de imediato administra na água 1 cápsula de G-Trox  durante dois dias e depois dá a eles mais 7 dias de nistatina. Por que isto devido as condições sanitárias ruins de transporte destes pássaros, além é claro do stress, ao respirar em um ambiente muito fechado e cheio de fezes eles adquirem ácaros de traquéia , que ao atingir uma inflamação generalizada na traquéia, impedem os pássaros de se alimentarem direito, assim ficando ‘encorujados’ e a coccidiose e o peito seco como doenças oportunistas levam o pássaro a morte. Ele também usa outro segredo que considero perigoso, mas  é eficaz, que é a aplicação via spray de um veneno contra carrapatos, pulgas, piolhos e ácaros bovinos, que se chama Bovitrás, maléfico para a saúde humana e para outros animais se aplicado sem os devidos cuidados, mas que não faz Mas que não faz mal algum aos pássaros. Agora basta tentar usar a experiência deste senhor que mexe com pássaros desde os seus nove anos e hoje se encontra já com seus 80 e poucos, como duvidar de tal conhecimento e ao mesmo tempo ver que para ele dá certo.







avatar
CMCP
Presidente
Presidente

Mensagens : 41
Data de inscrição : 14/09/2015
Idade : 41

http://cmcpda.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum